Natal e Reveillon: com quem ficam as crianças?

Todos os anos nesta época, recebo um monte de queixas chorosas de que o pai ou a mãe queriam passar o natal ou réveillon com o filho, mas o outro também quer e que não aguentam mais discutir isso.

 

Sabe por que isso ocorre?

 

Por que não foi previamente acordado.

 

Sabe quem se separa “de boca” e “vai regularizar a situação mais pra frente porque até agora está tudo certo”?

Dá nisso!

 

Não tem acordo certo sobre direito de visitas, sobre férias,  sobre datas festivas e sempre que chega alguma data que pode haver alguma disputa, acontece isso.

 

Se houvesse um acordo homologado pelo juiz ou uma decisão judicial, certamente, isso não ocorreria, porque AMBOS teriam que respeitar o que lá está contido. Não vai ter essa história de que eu quero, você também quer, e “vamos tirar no para ou ímpar”.

Vai ser feito do jeito que está decidido ou no acordo ou na decisão.

 

Que tal estabelecer como meta para 2021, regularizar esta situação?

 

Pode dar um pouquinho de trabalho: procurar um advogado, conversar sobre isso com o “ex”, esperar a decisão judicial… Mas TE GARANTO, que compensa.

 

Será um momento chatinho para evitar uma vida de aborrecimentos!

 

Que tal? É uma boa troca, né?

 

Não deixe de enviar para um amigo seu que está protelando isso há anos! Certamente, está lembrança será um bom incentivo de natal para ele!

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Abrir chat
1
Precisa de ajuda?
Olá!
Podemos te ajudar?